3 de jan de 2013

Entrevista com Mário Kaphan - as mudanças nos processos de recrutamento e seleção


Em entrevista para o site RH.com.br, Mário Kaphan - CEO e um dos sócios-fundadores da VAGAS - fala como a tecnologia tem mudado os processos de recrutamento e seleção, tendo um papel importante em melhorar a assertividade das contratações.  Kaphan comenta também sobre  a importância de cada vez mais as empresas investirem em sua marca como boa empregadora, despertando o interesse dos melhores talentos do mercado.
Confira alguns trechos da entrevista abaixo.


RH.com.br - O cenário organizacional vivencia constantes transformações. Consequentemente, isso traz inovação em todas as esferas corporativas. Quais são as principais mudanças evidenciadas na área de R&S?
Mário Kaphan - Do ponto de vista da tecnologia, existem algumas mudanças anunciadas. Entre elas, destacamos o avanço da tecnologia para estar cada vez mais inserida no contexto de Recursos Humanos, adaptando-se às premissas do profissional de Recrutamento e Seleção e não exigindo que esse profissional adapte-se à tecnologia. Outro destaque é o desafio da tecnologia em buscar cada vez mais assertivamente o candidato certo para as empresas em um cenário de busca bastante acirrada aos talentos do mercado, visto os baixos níveis de desemprego.

RH - O mercado brasileiro soube adaptar-se a essas mudanças, seja da parte de quem oferece ou procura oportunidades?
Mário Kaphan - O mercado brasileiro vem se desenvolvendo rapidamente. Visto às necessidades do mercado e o baixo nível de desemprego, as empresas têm mostrando boas evoluções no desenvolvimento de novos serviços e produtos para atender às mais diferentes demandas. Atualmente não basta ter boas ferramentas para encontrar os talentos do mercado, mas principalmente fornecer dados e condições para que os talentos escolham, dentre muitas opções, a sua empresa para trabalhar - Employer Branding.

RH - Atualmente, quais os principais fatores que interferem positivamente na área de R&S?
Mário Kaphan - Muitos são os fatores que interferem no sucesso da área de Recrutamento e Seleção. Dentre eles, destacamos a imagem da empresa como um bom empregador, o que cada vez é mais importante em um cenário onde os talentos tem o poder de escolha. Outro destaque é a importância da tecnologia para a assertividade dos processos de análise e seleção de candidatos diante de grandes volumes de candidaturas em processos seletivos conduzidos pela internet.

RH - Sua atuação na captação de talentos para grandes empresas é expressiva. Quando uma empresa o convida para auxiliar na captar talentos e exige imediatismo, que considerações o senhor faz?
Mário Kaphan - A VAGAS tem um enorme poder de comunicação junto aos candidatos. O Site vagas.com.br, com uma audiência diária média de cerca de 500 mil acessos, é um dos principais pontos de contato entre oportunidades de trabalho com milhares de candidatos de diversos setores e nível hierárquico de todo o Brasil. A empresa também conta com sua expressiva presença nas redes sociais como, por exemplo, Twitter, Facebook e, principalmente, LinkedIn. Esses canais são bastante úteis para dar rápida visibilidade aos processos seletivos de nossos clientes, o que garante frequência, cobertura e segmentação na comunicação das oportunidades. Esse imediatismo, portanto, terá boa cobertura pelas ferramentas de comunicação da VAGAS.
O que nossa empresa coloca como consideração principal para qualquer processo seletivo de nossos clientes é ter informações mais completas possíveis sobre a vaga, para que os candidatos tenham condições de avaliar e decidir com clareza sua opção de participar do processo. Igualmente importante é o relacionamento da equipe de Recrutamento e Seleção com os candidatos durante o processo seletivo - como fornecer feedbacks. Para incentivar as empresas a melhorar cada vez mais esse relacionamento a criamos o prêmio VAGAS 10+, uma avaliação dos próprios candidatos em relação à qualidade do anúncio das vagas e o relacionamento das empresas durante o processo seletivo.

RH - O que as empresas esperam do profissional que atua na área de Recrutamento e Seleção?
Mário Kaphan - Que encontrem e selecionem as pessoas certas para suas empresas. Para a contratação ser sustentável, não basta o profissional selecionado ter as qualificações necessárias para exercer a função na empresa, mas também compartilhar da mesma cultura e valores da empresa contratante.

Leia a entrevista completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário